23/05/2016

Treinamento da Equipe! Pra quê?

Estar na equipe nessa temporada foi uma experiência incrível

Sempre quis participar de um acampamento com o Tote e Valéria e quando surgiu a oportunidade não quis perder!

Passei três semanas trabalhando que contribuíram bastante para o meu crescimento como pessoa, como serva de Deus! Deus me presenteou grandemente com a oportunidade de estar lá.

A semana do treinamento foi a melhor, porque sempre fui a acampamentos, mas nunca tinha participado de um como equipe. Então, não tinha a mínima noção do que fazer. Estava com medo do que podia acontecer, porque ia ser colocada num quarto com 6 garotas, cada uma vinda de uma realidade diferente, de famílias diferentes, com pensamentos e ações diferentes... Iria passar 5 dias convivendo 24 horas com elas... então o medo era enorme. A semana do treinamento veio pra salvar mesmo! Aprendemos em primeiro lugar que estávamos ali porque Deus tinha um propósito para as nossas vidas. As palavras do Alan foram edificantes mostrando os personagens da Bíblia que confiaram no Senhor e que correram sem medo a carreira que lhes foi proposta. E era isso que a gente deveria fazer... correr sem medo aquela semana... Deus nos escolheu pra estar ali... então pra que ter medo? Ele proveria meios pra que tudo corresse bem. No treinamento pudemos analisar também as possíveis situações e as possíveis soluções. Isso nos deu uma base e o medo foi aos poucos sumindo. Aliás, pra que medo afinal? Deus estava do nosso lado. Não precisávamos temer. Medos do tipo: "mas e se ela me perguntar isso o que respondo?? Como aconselhar??" E Deus coloca a resposta no nosso coração: "a melhor conselheira é a Palavra de Deus." No final o medo se transformou em vontade de que o dia da da chegada dos acampantes viesse logo. Vontade de passar pra eles tudo o que aprendemos. Vontade de ser luz na vida deles. Vontade de em cada oportunidade que surgisse falar do amor de DEUS. Vontade de alguma pergunta ser feita só pra podermos aconselhar com a Bíblia e assim fazê-los chegar mais próximos de Deus. Ser testemunhas vivas de Deus. Mas antes disso tudo precisávamos organizar o programa do acampamento. A semana do treinamento serviu para a organização de tudo também. Ensaiar músicas, fazer cartazes, ensaiar teatro, pensar em noites especiais, fazer cartões de boas vindas, planejar horários, brincadeiras... Um trabalhão, mas todos agindo em equipe, e o cansaço nem vinha. Enquanto desenhávamos um cartaz aproveitávamos pra ensaiar uma música. Criamos também os gestos das músicas para as crianças e nos divertimos como se fossemos crianças também. Quando alguma coisa não dava certo já começávamos a pensar em outra logo pra substituir. As risadas, as brincadeiras, os esforços, os ensaios, os planejamentos, as frustrações, as dificuldades, o cansaço, tudo já tinha sido planejado no coração de DEUS.  Esta verdade é que nos consolava... que nós estávamos ali sendo apenas agentes dos planos de DEUS, instrumentos nas mãos Dele. E como diz a musica das crianças: Se é Ele quem dirige o barco tudo vai muito bem!!
E quando os acampantes chegaram não sei quem é que tava com mais vontade de que esse acampamento começasse logo: eles ou nós. Todos eufóricos já querendo saber onde era o quarto deles e nós querendo ver o rosto deles. E a partir desse momento Deus começou a nos usar pra fazer diferença na vida daquelas crianças. E a medida que o acampamento ia passando e chegando ao final queríamos aproveitar mais cada minuto. Cinco dias que antes passavam a ideia de ser uma eternidade pra se passar com pessoas estranhas agora pareciam tão pequenos pra conhecer melhor as dificuldade dos nossos "filhos" as necessidades, os anseios... Filhos sim... Pois dizer para tomar banho e escovar os dentes fizemos, de tudo! Dormir na hora certa, acordar na hora certa, comer direito, orar junto, estudar a Bíblia junto, conversar, arrumar a "casa-quarto" juntos... trabalho de pais sim! Dizem que as crianças aprendem muito com nosso atos, mas é bem verdade que aprendemos muito com elas também. 


Poderia ficar horas e horas escrevendo tudo que Deus realizou naquele acampamento. A obra dele é magnífica. O medo do começo já se transforma em coragem de enfrentar mais uma temporada! Não quero ficar de fora. Quero deixar Deus me usar mais uma vez. O Abrigo Aventura é realmente MAIS QUE UM LUGAR. Mesmo com todas as minhas limitações e dificuldades Deus fez a obra que ele tinha que fazer através de mim. Há uma frase que expressa bem isso: "Deus não escolhe os capacitados, mas capacita os escolhidos." E é exatamente isso. Quero trabalhar pra Deus enquanto eu viver, porque não há outro motivo, outro objetivo de vida que não esse: SERVIR! 

Quero encerrar com esse versículo: "Porém em nada considero a vida preciosa para mim mesmo, contanto que complete a minha carreira e ministério que recebi do Senhor para testemunha o evangelho da graça de Deus."

Dra. Mariana Costa Rodrigues Abrão Constâncio, parceira do Abrigo Aventura